Florescer enfim

Quando semente, já sofri com a sede.
Mas minhas raízes nunca me deixaram morrer.
Cresci devagar com o que minha terra podia me dar.
Até ganhar tamanho pra lutar pelo meu lugar ao sol.
E agora que fruta, por dentro boa e madura.

Me cuidarei melhor, pro meu externo enfim virar flor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s