Do interior

E será que você nunca vai chegar?
Pra me levantar as colchas
Dormir de meias, babar nas fronhas
E tomar o beijo e o abraço
Que toda noite protege o urso de pelúcia meu
Quando é que meus sonhos dormirão ao lado dos seus?

Vem logo que é pro nosso amor cedo acordar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s