Sobre primeiros encontros.

Regra n°1 : não serás beijado.

Parece estranho, afinal, você marca um encontro com alguém justamente para que?
Bom, não faço ideia você. Mas eu definitivamente não me preocupo com o beijo.
Não serei hipócrita de dizer que não sonho com isso, que não tenho o desejo de saciar minha vontade na pessoa.
Entretanto, creio que segurar essa vontade me valha a pena.

Não digo que todos consegui manter a regra, mas afirmo, dos que a cumpri, foram mais duradouras as relações.
Talvez eu faça isso por respeito, sim. Imagino que a pessoa deve-se sentir instigada.
Que existe uma curiosidade minha nela, maior do que a vontade carnal ou psicopata de posse.
Eu quero que ela se sinta cortejada, porque é exatamente isso que quero que ela veja.

Mas além de respeito as conclusões que ela tenha sobre minhas intenções, quero testar a mim e ao futuro.
Quanto tempo eu suportaria ficar ao lado de alguém, pouco conhecido, sem a necessidade do toque?
O que seria daquele tempo compartilhado dentro desse espaço vazio entre os corpos?
Seriam mesmo vazio? Ou seria a tão sonhada e preenchida companhia?

Penso assim por acreditar que num futuro distante não me restará opções.
Estarei velho demais pra usar meu corpo de forma jovem, saciar o libido.
E mesmo romântico, não mais com a disposição fugaz de um eterno apaixonado.
E esse vazio, o que o ocupará?

Acredito que um dia, desses meus primeiros encontros, poderá definir vários de uma vida inteira.
Se meu ”alvo” romântico for capaz de preenche-lo de forma que o meu desejo carnal seja colocado de lado
Por uma vontade maior de ouvi-lo, assisti-lo, observa-lo ou compreender o tudo que eu agora sinto fome
Tenho certeza, que por mais que me sirva bem, ainda será minha refeição predileta desfruta-lo.

E é por isso que não, não serás beijado em um primeiro encontro.
Porque antes do meu amante, procuro o homem que será capaz de passar no futuro comigo
Uma tarde inteira sentado na cadeira de balanço numa varanda, calçando chinelos com meias
Me entretendo todas os dias pelo simples fato de no meu antigo temido vazio

Eu enxergar o Amor que eu sempre quis encontrar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s