Apego

Eu não peço mais que atenção
Pra tudo que fiz ou possa fazer
Não é um sentimento só meu
Talvez seja assim que tinha de ser
Desde que o mundo surgiu e gira
Ou seja apenas eu que fico tonto
Fazendo loucuras que queria pra mim
Mas presenteio feliz para os outros
Me chame de imbecil, presunçoso e fútil
Mas assim prefiro do que preguiçoso
Vários batimentos por segundos
Não foram me dados pra gastar com sono
Me felicita vários sorrisos em muitas caras
Mesmo que a tristeza só a mim se apegue

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s