Asas

E se eu não quisesse gostar de você
Será que a pena valeria?
Poupar toda a minha tinta
Sem escrever tuas manias?
Saber menos de você do que de mim

Toda vez que eu começo a te escrever
Tenho a impressão de que essa historia nunca vai ter fim
Que ela sequer um dia vai sair do meu papel
De amar você sempre tão longe de mim
Sempre tão claro nas entrelinhas

É uma pena que você não me veja
A cada manhã que te desejo bom dia
Parado na galeria do meu celular
Em que você me sorri a alegria
De alguma foto que nem sabe que eu possua

São duas penas quando você não me escuta
Cantar alto sua musica favorita nas ruas
Sem me importar do que vão dizer
Sem notar que você sequer sabe
Que estou pensando em você

São três penas e muitas ainda mais
É uma asa gigante inteira tatuada no meu braço
Que me tira os pés do chão e me leva pro alto
Pra sonhar acordado feliz todos os meus dias
Sonhos que sabemos que nunca irão se realizar

Na realidade de não ter escolha de não te amar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s