Dasse.ie ão

Devia ser natural mas ainda é incomum
O afeto se esconde no bolso das calças
Querendo dar-se em mãos

Dasse ao respeito não é sinônimo de solidão
Dasse ao respeito não é se dizer não
Dasse vida ao medo e ao amor não?
(i.e. morrer por dentro pra satisfazer o vilão)

Não me diz que o que tenho não vem do coração
Não pode ser pecado se eu não sou cristão
Não cala minha boca com o teu sermão
O meu mundo não é um anel na tua mão

Dasse ao respeito não é sinônimo de solidão
Dasse ao respeito não é se dizer não
Dasse vida ao medo e ao amor não
(i.e. morrer por dentro pra satisfazer o vilão)

Faz do meu silêncio o teu mais novo incomodo, me coloca no holofote da tua festa nobre
Eu sou bicha e não bicho na tua sociedade, eu tenho voz pra poder ser estridente
Eu não preciso da sua aprovação pra poder viver, então me deixa ser
Eu vou vencer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s